Skip to main content

As qualificações são o resultado formal de um processo de avaliação e validação, obtido quando uma entidade competente decide que uma pessoa alcançou resultados de aprendizagem de acordo com determinadas normas.

As informações sobre as qualificações a nível europeu são agora apresentadas no Europass. Provêm de bases de dados de qualificações nacionais que refletem os quadros nacionais de qualificações implementados e geridos pelos Estados-Membros. O Europass disponibiliza o repertório mais abundante e atualizado de dados sobre qualificações, quadros nacionais de qualificações e oportunidades de aprendizagem na Europa, ajudando os alunos a encontrar cursos noutro país e os empregadores a entender o valor uma qualificação obtida num outro Estado-Membro da UE.

Uma das principais missões da ESCO consiste em construir pontes mais sólidas entre o mundo do ensino e da formação e o mundo do trabalho, contribuindo para reduzir a inadequação das competências e favorecer o melhor funcionamento do mercado de trabalho. A visão subjacente à ESCO é a disponibilização de uma linguagem de referência comum que possa contribuir para a transparência, a tradução, a comparação, a identificação e a análise dos conteúdos de uma qualificação, ajudando assim a compreender de que forma se relacionam com as competências e as profissões necessárias em profissões e setores. A ESCO cumpre este objetivo de várias formas.

A ESCO contribui para a descrição e a compreensão dos resultados de aprendizagem de uma qualificação

Uma terminologia do mercado de trabalho que contribua para compreender as profissões e as competências que estão associadas a uma determinada qualificação permite aos alunos, aos candidatos a emprego e aos empregadores utilizarem estas informações da melhor forma. A ESCO preenche esta necessidade, ao fornecer um vocabulário multilingue de competências e profissões, atualizado e assente em provas concretas.

A ESCO apoia os sistemas de ensino e formação na transição para resultados de aprendizagem que sirvam melhor as necessidades do mercado de trabalho. As organizações que fornecem dados sobre qualificações podem utilizar a ESCO para anotar a descrição de resultados de aprendizagem através da terminologia de competências, integrando conceitos de conhecimentos, competências e aptidões que correspondam à descrição dos resultados de aprendizagem da qualificação. Esta terminologia ajuda as instituições de ensino a exprimir os respetivos resultados de aprendizagem de forma a facilitar a compreensão das suas qualificações pelos intervenientes no mercado de trabalho e atrair alunos aos níveis nacional e transfronteiriço.

A ESCO é também utilizada para recolher e analisar dados sobre as tendências em matéria de competências em toda a Europa e explorar as possibilidades oferecidas pelas técnicas de análise de megadados. Os resultados de projetos de informação sobre competências constituem um apoio e uma fonte de dados importante para as instituições de ensino e formação, e podem ajudá-las a desenvolver programas curriculares que tenham em conta as necessidades emergentes em matéria de competências. 

Em 2019, a Comissão Europeia realizou um projeto-piloto com os Estados-Membros para testar a correspondência automatizada de resultados de aprendizagem de qualificações com as competências ESCO em diferentes línguas, e desenvolveu uma ferramenta informática específica para apoiar as autoridades nacionais neste exercício. O projeto demonstrou a utilidade de utilizar o tesauro de competências ESCO para garantir a transparência das qualificações e uma melhor qualidade dos dados sobre os resultados de aprendizagem individuais.

A ESCO melhora os serviços de orientação profissional personalizados/digitais

As competências e as profissões da ESCO podem ser utilizadas para fornecer aos candidatos a emprego e aos alunos sugestões específicas de aprendizagem e oportunidades de formação. As plataformas digitais podem utilizar a ESCO para fornecer aos cidadãos informações sobre oportunidades de aprendizagem, propor cursos, desenvolver atividades de formação específicas e recomendar percursos de aprendizagem com base nas competências das pessoas. Os prestadores de serviços de orientação profissional podem utilizar a ESCO para os ajudar na prestação desses serviços e recomendar formações adequadas em função do conjunto de competências e das aspirações de carreira de um indivíduo.

A ESCO favorece a validação da aprendizagem informal e não formal

A ESCO pode ser utilizada para validar aprendizagens em contextos informais e não formais. Os resultados de aprendizagem claros e pormenorizados disponibilizados através da ESCO podem ser utilizados para identificar, documentar, avaliar e certificar as competências e a experiência adquiridas por um indivíduo em contextos de aprendizagem informais ou não formais. 

As organizações podem utilizar a ESCO para identificar as competências desenvolvidas numa determinada atividade. Além disso, uma vez concluída a atividade de aprendizagem num dado projeto, o aluno pode receber uma forma de certificação, por exemplo, um cartão aberto, que associe as competências dos alunos a uma terminologia normalizada e contribua para a validação dos resultados da aprendizagem informal e não formal. Estes cartões podem ser apresentados em carteiras eletrónicas e partilhados com os empregadores e outras partes interessadas, constituindo registos verificáveis de aprendizagem.

https://europa.eu/europass/pt/find-courses